Pages

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Salve-me



"A garota do cabelo vermelho, tão intenso, vivo, presente,
mas o semblante dela é tão duro, tão frio, sem vida.
Tento entendê-la, mas é um ser tão complexo e impenetrável, que parece inquebrável.
Ingenuidade da minha parte achar que seja inquebrável, é apenas um semblante.
Seu olhar diz: - Preciso de ajuda! Salve-se, eu ainda estou aqui.
Mas seu corpo cria uma barreira, que despista a atenção dos olhos.
Segure minha mão, venha comigo, te mostrarei como tudo aqui fora é lindo, é especial e único.
Cada momento em que você sorri, seus olhos vibram, seus cabelos voam chamando para si a vida."

Cecília Vaz

P.S.: Obrigada

5 comentários:

  1. Obrigada Ceci, você foi uma das poucas pessoas que conseguiu me definir em palavras.

    ResponderExcluir
  2. Ownn Pan, de nadinha..

    gostei muito de ter escrito sobre você..
    Que bom que consegui ser tão fiel..

    =D

    ResponderExcluir
  3. Adorei teu cantinho querida, estou seguindo com certeza !

    Um beijo.

    ResponderExcluir